Exposição de Desenho EM COJA CRIEI RAIZES e no Alva mergulhei e senti o bater de asas de uma libelinha de Isabel Braga

Com abertura marcada para o dia 4 de Agosto, pelas 16h00, vai estar patente na Biblioteca Municipal de Arganil a exposição de Isabel Braga EM COJA CRIEI RAIZES e no Alva mergulhei e senti o bater de asas de uma libelinha

A autora tem já um interessante percurso nas artes, com várias exposições individuais e colectivas onde mostra trabalhos em cerâmica, azulejaria, aguarelas e telas /acrílico e mais recentemente a lápis de cor.

Desenha também desde 2013 em Diários Graficos com os Urban Sketchers de Portugal e  Urban Sketchers do Oeste.

Está representada no livro “Portugal pelos Urban Sketchers”, compilação de trabalhos realizados por membros desta associação. A convite da Zestbook, os membros da Urban Sketchers apresentaram desenhos que retratam locais de várias zona de Portugal, tendo sido selecionado um trabalho de Isabel Braga que evoca um recanto de Côja.

A exposição que vai estar patente na Biblioteca Municipal de Arganil reflecte algumas das técnicas de pintura a que a autora se entrega: aguarela, desenho a lápis de cor, carvão retratando imagens de Côja e Arganil.

Exposição a não perder e que poderá ser visitada na Biblioteca Municipal até ao final do mês de Agosto no horário normal da Biblioteca das 9h00 às 18h00 nos dia úteis e das 9h30 às 13h00 aos sábados.



Artigos Relacionados