Inauguração da Casa das Coletividades

No passado dia 16 de setembro foi inaugurada a Casa das Coletividades, fruto da requalificação do antigo Quartel da GNR e construção de salas de ensaio, com um investimento total ronda os 475 mil euros, com uma comparticipação de fundos comunitários de 75%, do Centro 2020 e do PRODER, respetivamente.

A Associação Filarmónica de Arganil, uma das associações que também agora tem sede neste edifício, abriu as hostes com uma atuação frente ao edifício, à qual se seguiu o descerramento da placa pelo Presidente da Câmara Municipal de Arganil, Eng.º Ricardo Pereira Alves, pelo representante da Assembleia Municipal, Dr. António Cardoso, pelo Presidente da Junta de Freguesia de Arganil, João Travassos e pelo Presidente da ADIBER, Dr. Miguel Ventura.

Usaram da palavra, João Travassos, Presidente da Junta de Freguesia de Arganil; Artur Dinis, Presidente da Associação Filarmónica de Arganil; Alfredo Mateus Batista, Presidente da Tuna Popular de Arganil; Nuno Neves, vice-presidente da Associação Juvenil CUME e Óscar Lopes em representação do Grupo Veteranos do Argus. Usaram ainda da palavra o representante da Assembleia Municipal Dr. António Cardoso, Dr. Miguel Ventura, Presidente da ADIBER, associação esta que, no âmbito do Sub-Programa 3 do PRODER, Ação 3.2.1. Conservação e valorização do património rural, concedeu um apoio, nomeadamente à Sala de Ensaios da Casa das Coletividades, tendo as intervenções terminado com o discurso do Presidente da Câmara Municipal, Eng.º Ricardo Pereira Alves.

A sessão de inauguração encerraria com dois momentos culturais proporcionados pela Associação Filarmónica de Arganil e pela Associação Juvenil CUME.



Artigos Relacionados