Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens em Arganil

A sessão distrital do Parlamento dos Jovens juntou na Cerâmica Arganilense, no passado dia 6 de março, mais de 70 alunos de 17 escolas do distrito de Coimbra. A sessão que teve como objetivo sublinhar a importância da participação dos jovens na resolução de questões que afetam o seu presente e futuro, fazendo ouvir as suas propostas junto dos órgãos do poder político, contou com deputados anteriormente eleitos em Sessão Escolar, na qual foi aprovado o Projeto de Recomendação da Escola a submeter então a esta Sessão Distrital.

Os deputados eleitos representaram as escolas: Agrupamento de Escolas de Arganil, Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro, Agrupamento de Escolas de Tábua, Centro Educativo dos Olivais (Coimbra), Colégio Bissaya Barreto (Coimbra), Escola Básica Dr. Pedrosa Veríssimo (Paião – Figueira da Foz), Escola Básica e Secundária João Garcia Bacelar (Tocha – Cantanhede), Escola Básica Eugénio de Castro (Coimbra), Escola Básica Martim de Freitas (Coimbra), Escola Básica Professor Doutor Ferrer Correia (Miranda do Corvo), Escola Básica Rainha Santa Isabel (Pedrulha – Coimbra), Escola de Montemor-o-Velho, Escola de Oliveira do Hospital, Escola Fernando Namora (Condeixa-a-Nova), Escola Infanta D. Maria (Coimbra), Escola José Falcão (Coimbra) e o Instituto Educativo de Lordemão.

A sessão de abertura contou com a presença da deputada da Assembleia da República, Fátima Ramos; do Presidente da Câmara Municipal de Arganil, Ricardo Pereira Alves; da Diretora do Agrupamento de Escolas de Arganil, Anabela Soares, bem como, de um representante da DGEstE (Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares), Cristina Ferreira e de um representante do IPDJ (Instituto Português do Desporto e Juventude), Paula Candeias.

Na sessão, conduzida pelo aluno Miguel Seco, que presidiu a mesa, foram selecionados três projetos de recomendação a apresentar na Sessão Nacional deste Parlamento, nomeadamente das escolas: Martim de Freitas, (Coimbra), José Falcão, (Coimbra) e Fernando Namora, (Condeixa) sendo eles: “Divulgação da constituição da Republica Portuguesa, junto da população em geral e escolar, assim como, incluir os jovens nas Assembleias Municipais e de Freguesias, de modo a estes se sentirem representados”; “Assegurar a existência efetiva de um primeiro emprego a todos os jovens que terminem a sua formação (secundário/superior) sendo o Estado, em parceria com as entidades patronais, facilitador desse emprego, não só em Portugal mas em toda a União Europeia” e “Todo o cidadão tem direito à habitação, sendo dever do Estado atribuir casa, quando esta lhe for retirada por motivos económicos”.

A Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens terá lugar na Assembleia da República, nos dias 22 e 23 de maio e reunirá os deputados de cada um dos distritos com os seus projetos de recomendação.

 



Artigos Relacionados