Igreja Paroquial da Vila de Arganil

Tem como patrono S. Gens

O edifício actual provém dos fins do século XVII. A parte mais antiga é a capela dos Fonsecas.
A frontaria, de cunhais apilastrados e linha da empena de cantaria de granito, tem portal rectangular dominado por um nicho e um óculo poligonal.

O corpo é de cobertura apainelada que contém em cada painel uma pintura hagiográfica, de execução artificial, de autoria de Oliveira Trovão, mandada executar em 1762 por três irmãos padres da vila: Manuel Veloso de Paiva, José de Almeida Veloso e António da Silva Veloso.
O retábulo principal é do fim do século XVII, com reformas posteriores.

À esquerda encontra-se a capela instituída pelo capitão-mor da Vila, Pêro da Fonseca, cujo terreno foi demarcado a 12 de Novembro de 1658. Encontram-se nesta capela duas esculturas de madeira do século XVII: a Senhora da Conceição e S. Pedro.
A capela do Sacramento (do mesmo lado) é da primeira metade do século XIX. Aí se encontram duas imagens setecentistas de S. Francisco e Santo António.

A torre da Igreja encontra-se separada da Igreja e num nível mais elevado, sendo por isso um motivo urbanístico muito interessante.

 

Coordenadas GPS

Latitude: 40.218861

Longitude: -8.053283