Audição de encerramento do ano letivo 2015/2016 – Atelier do Piano

Data Inicial: 31-07-2016 17:00H
Data Final: 31-07-2016 20:00H
Localidade: Arganil

 

Os alunos do Atelier do Piano vão reunir-se numa Audição para encerrar o ano letivo 2015/2016, a realizar no próximo dia 31 de Julho, pelas 17h00, na Cerâmica Arganilense, com uma especial convidada, a pianista Olga Prats. Os pequenos em tamanho, mas grandes em talento, apresentarão ao público as aprendizagens de todo um ano letivo.

 

Olga Prats (1938)

Olga Prats é professora, pedagoga e pianista, nascida em Lisboa.
Iniciou a sua formação aos 5 anos, com a sua mãe que era professora de piano e aos 6 anos com o professor e pedagogo João Maria Abreu e Motta, tendo realizado o seu primeiro recital no Teatro Municipal de São Luís, aos 14 anos.
Com 19 anos concluiu o Curso de Piano no Conservatório Nacional, ainda com o professor João Abreu Abreu e Motta e o seu aperfeiçoamento fez-se com Telma Sá e Costa.

Frequentou cursos de aperfeiçoamento em Colónia na Escola Superior de Música durante dois anos, nos quais teve como professores Gaspar Cassadó e Karl Pillney e como bolseira pelo governo alemão em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, em 1959 em Friburgo, sendo seus professores Carl Seeman e Sándor Végh.

Durante os seus estudos na Alemanha ganhou o prémio para melhor estudante estrangeira em 1958, para além de ter tocado frequentemente com orquestras e a solo, tendo obtido as melhores críticas da imprensa.
Quando regressou a Portugal, em 1960, continuou a sua formação musical com Helena Moreira de Sá e Costa, tendo ganho em 1965 o Prémio Luís Costa atribuido à melhor intérprete de música espanhola.

Frequentou posteriormente diversos cursos internacionais em Santiago de Compostela, os Cursos do Estoril e o de Música Contemporânea de Darmstadt sob a orientação de Rudolf Baumgartner, Jean Francex e Karl Engel.

Foi convidada para ser professora de piano nas classes de música de câmara de Paul Tortelier, Ludwig Streicher e Karen Georgian.

Interpretou um grande leque de compositores, desde Bach passando por Schumann, Brahms e Stravinsky, mas privilegiou sobretudo a música de câmara.

Foi membro fundador de vários grupos: Duo de piano e violeta com Ana Bela Chaves (em 1969); Grupo de Câmara do Festival do Estoril (vários em vários anos); Opus Ensemble (em 1980); Colecviva – Grupo Experimental de Teatro Musical Contemporâneo (em 1975).

A 6 de Junho de 2008 foi feita Comendadora da Ordem Militar de Sant’iago da Espada.

(fonte: wikipedia)