Arganil assina Pacto Institucional para a Valorização da Economia Circular

A Câmara Municipal de Arganil é uma das 84 entidades que aderiu ao Pacto Institucional para a Valorização da Economia Circular, proposto pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC). Este acordo tem como finalidade divulgar o que de mais inovador e original se faz na região Centro no que respeita a economia circular e enfatizar projetos, iniciativas ou práticas que tenham sido recentemente implementadas no concelho ou que sejam desenvolvidas até junho de 2021.

O compromisso da Câmara Municipal de Arganil com a celebração do Pacto Institucional para a Valorização da Economia Circular assenta em três tipologias de ação diferentes:

1. Extensão do ciclo de vida: Dinamizar redes de reparação, reutilização e remanufactura, nomeadamente a promoção de processos de reconversão de resíduos em novos materiais ou produtos de maior valor acrescentado (“upcycling”) ou de maximização da vida útil dos produtos, através da participação ativa do público e da realização de atividades de educação-ação com diferentes grupos da comunidade local;

2. Mobilidade sustentável: Adotar opções mais sustentáveis de transporte, nomeadamente na utilização de veículos elétricos e na otimização de rotas de recolha e transporte de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU);

3. Sensibilização e envolvimento social: Implementar projetos de Educação Ambiental dirigidos a jovens em idade escolar, que promove uma maior simbiose entre a economia circular e a valorização do território, com enfoque nos recursos endógenos e cultura local.

As propostas incluídas no Pacto serão monitorizadas e reportadas semestralmente à CCDRC, de acordo com as metas e indicadores em avaliação.



Artigos Relacionados