Ação Social

Contextualização

As sociedades atuais, com rápidas transformações nos seus diferentes níveis de organização, conduzem-nos a um novo olhar sobre os fenómenos de pobreza e de exclusão social, obrigando a inúmeras análises científicas e políticas, bem como a variados projetos e iniciativas.

Importa, assim, desenvolver localmente políticas e estratégias de intervenção social, capazes de inverter quer a privação de meios de subsistência/recursos, sentida por inúmeras famílias, como também as próprias dificuldades de acesso aos direitos sociais, evitando ciclos de desvios das relações sociais, económicas e culturais.

A organização municipal das políticas sociais, numa complementaridade aos regimes de segurança social, assume-se como espaço privilegiado de ação social, consentâneo com a valorização dos recursos endógenos e a dinamização das populações locais – apostando na dinâmica local articulada e em parceria, mas integrando simultaneamente as oportunidades e os recursos nacionais e comunitários.

O Município de Arganil vem-se afirmando progressivamente na área da Ação Social, valorizando o fator humano, o espaço local e as relações comunitárias. Conhecedor dos recursos e necessidades da comunidade, promove a articulação em rede entre o económico e o social, num papel pró ativo de superação dos problemas sociais e da inclusão dos cidadãos, em suma, no desenvolvimento social e económico do Concelho de Arganil.

 

Missão

O Serviço de Ação Social pretende privilegiar uma abordagem global, planeada e integrada dos problemas sociais à escala local, fazendo recurso à estrutura de acordos interinstitucionais (parceria) e à participação das populações alvo, enquanto sujeitos e protagonistas das suas vidas:

  • Responder com qualidade aos problemas sociais do concelho e dos munícipes envoltos na pobreza e na exclusão social;
  • Efetuar uma intervenção com a comunidade, privilegiando uma aproximação aos cidadãos e respeitando o desenvolvimento humano e social de cada munícipe;
  • Desencadear um forte trabalho de campo e no terreno, promovendo uma intervenção multidisciplinar.

 

Objetivos

Promover o desenvolvimento concelhio no âmbito da Ação social;

  • Fazer o diagnóstico das necessidades sociais da comunidade, desenvolvendo as ações de dinamização previstas no plano;
  • Dar execução aos programas constantes na parceria concelhia;
  • Apoiar as Instituições Particulares de Solidariedade Social, Educativas e outras existentes na área do Município,
  • Assegurar o desenvolvimento de outras competências que as necessidades sócio económicas do Concelho assim o determinem.
  • Enquadrar metodologia de atendimento personalizado, encaminhamento e acompanhamento psicossocial ao indivíduo/família em situação de vulnerabilidade pessoal, económica e social, através da promoção de ações concertadas (projetos de vida) que visem o desenvolvimento e integração social (melhoria da qualidade de vida e bem estar).

 

Atuação

1ª Nível

  • O atendimento está disponível em gabinete no CAJ, funciona de segunda a sexta, das 9h30m às 12h30m e das 14h00m às 17h30m.
  • Acolhimento personalizado ao indivíduo/família, onde é auscultado.
  • Efetuada a caracterização sócio familiar consistindo na: identificação; análise sócio económica e profissional; problemáticas; programas e recursos;
  • Tomada de decisão sobre o acompanhamento do 2º nível que poderá ser assegurado internamente ou encaminhado para outra entidade ou serviço especializado (1ª ou 2ª linha). Este encaminhamento deverá ser formalizado no registo próprio do Núcleo Local de Inserção de Arganil (Ficha de Encaminhamento)

2ª Nível

 

Programas e/ou Projetos de Complementaridade Local

  • Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Arganil – CPCJ de Arganil;