Cerâmica Arganilense recebe exposição coletiva: “Suspensa”

Inaugura no próximo dia 13 de julho, pelas 16h00, no Multiusos da Cerâmica Arganilense, a exposição Coletiva de Artes “SUSPENSA”, que se estende também ao Átrio de exposições Guilherme Filipe, que acolhe uma instalação.

Esta exposição organizada pelo Município de Arganil, foi concebida e pensada para ser apresentada ao público, pelo Curador e artista plástico, Nuno Fonseca.

Encontram-se apresentadas nesta exposição Coletiva, 43 obras de arte, pertencentes a 27 artistas.

Das obras expostas destacam-se pintura, instalação, cerâmica, escultura desenho e joalharia.

A Mostra pretende pôr em confronto diversas linguagens e opções estéticas de 27 artistas nacionais e estrangeiros, como que de “um encaixe de obras unas se trate”.

Na opinião do Curador, Nuno Fonseca, “esta iniciativa poderá vir a ser um abrir de portas a um futuro projeto que se possa replicar, na perspetiva da obra de arte enquanto meio de comunicação intercultural, que viaja no tempo e no espaço…

Esta ideia está subjacente na presente exposição “Suspensa” e fica Suspensa para uma futura iniciativa.

A exposição poderá ser visitada, até ao final do mês de agosto, no horário das 14h00 às 18h00 de 2ª a 6ª feira e aos sábados das 10h00 às 13h00.

Artistas representados: Albano Martins, Ana Campos, António Faria, António Melo, Bernardo Scoditti, Carla Pinheiro, Carlos Gomes, Cláudia Costa, David Oliveira, Eduardo Mendes, Elisa Costa, Elisabeth Leite, Germana Arthuso, João Teixeira, João Toscano, Joana Soberano, Manuel Lopes, Márcio Costa, Miguel Neves, Nelson Gomes, Nuno Fonseca, Rogério Timóteo, Sílvia Marieta, Susana Aleixo, Valdemar Santos, Yola Vale, Wanderson Alves.



Artigos Relacionados