Cumprida mais uma edição da FICABEIRA e Feira do Mont’alto, mostra de excelência mais conceituada da região

Todos os anos, tradicionalmente, se realiza em Arganil a FICABEIRA – Feira Industrial, Comercial e Agrícola da Beira Serra e a secular Feira do Mont’Alto que, aliada à inovação, mostra o que de melhor e mais tradicional há na região da Beira Serra e a qual à semelhança de anos anteriores não foi exceção. Assumindo-se uma grande montra daquilo que se faz no concelho e região, nos sectores da indústria, comércio e agricultura, dá ainda a conhecer o trabalho desenvolvido pelas associações e colectividades locais. A FICABEIRA e Feira do Mont’alto ressurgiram nesta 32ª edição com um visual e dinâmica espacial renovada. Para continuar a afirmar-se como a mostra de excelência que é, apostou-se este ano na renovação do espaço, que ficou mais amplo e consequentemente teve maior número de expositores. O certame alargou-se ainda à ribeira adjacente, recentemente requalificada e que através do espelho d’água que confina, foi um novo ornamento a acrescentar e a embelezar toda a área.

Com um cartaz pautado pela animação e entretenimento atraiu como de costume, milhares de visitantes, o que vem reconfirmar o sucesso deste certame ano após ano.

A 32ª edição da FICABEIRA teve abertura solene no dia 5 de Setembro, no Auditório da Cerâmica Arganilense, com prossecução para a inauguração da exposição patente no Multiusos do mesmo complexo, “porquê?” de ZAUG (Dr. José Augusto Coimbra). As comemorações do dia inaugural seguiram depois para o Sub-Paço, para a abertura oficial do espaço FICABEIRA, com a visita do Secretário de Estado da Administração Local, Dr. António Leitão Amaro. Para a artista Mónica Sintra estaria guardado o palco, que foi seu, nesta primeira noite de animação e que encerrou o dia em festa.

Os festejos estenderam-se ao dia seguinte com toda a animação caraterística deste evento, que culminou pela noite, com a atuação de Mónica Ferraz, ex-vocalista da banda Mesa.

O Dia do Concelho, 7 de Setembro feriado municipal, iniciou-se com o Passeio de Vespas. Numa organização partilhada entre o Vespa Clube Serra do Açor e a Câmara Municipal de Arganil encheram, qual enxame, os troços do saudoso Rally de Portugal de zumbidos, terminando em concentração nos Paços do Concelho.

No Paço Grande e como vem sendo tradição, realizou-se mais um Concurso de Gado Bovino de Trabalho que, anualmente premeia a raça Bovina com o objetivo de estimular os criadores na produção de animais, que pelas suas caraterísticas interessem não só à economia do concelho, mas também à valorização e equilíbrio do espaço rural e à obtenção de produtos dotados de grande genuinidade. Pretende ainda este concurso, valorizar e dar oportunidade do reconhecimento pelo esforço que vêm desenvolvendo na criação destes animais.

A Sessão Solene comemorativa do Dia do Concelho decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho e foi presidida pelo Ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Prof. Doutor Miguel Poiares Maduro. À espera, na escadaria de acesso ao edifício, estava o coro da Associação Filarmónica Arganilense para receber, ao som das suas vozes, o Sr. Ministro e o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Arganil.

A sessão foi seguida de uma visita oficial à FICABEIRA, à qual se juntaram os deputados Nuno Encarnação e Maurício Marques. O Prof. Doutor Miguel Poiares Maduro e deputados, visitaram ainda as instalações da requalificada Cerâmica Arganilense assim como a exposição que lá se encontra patente. O dia terminaria posteriormente, com a atuação de Paulo Gonzo no palco da FICABEIRA para gáudio das centenas de espetadores.

O dia de encerramento do certame foi engrandecido com a 3ª edição do Torneio de Futebol Ramiro Jorge no campo de futebol Dr. Eduardo Ralha e culminou com a atuação, pela noite dentro, da Associação Filarmónica Arganilense, que tinham este ano como convidados especiais Diana Basto e Kiko Pereira. Para orgulho de todos os músicos e maestro desta filarmónica, o frio que se fez sentir não demoveu um público atento e maravilhado face ao majestoso espetáculo que proporcionaram.

A FICABEIRA e a Feira do Mont’alto estarão de volta para o ano, onde se pretende, não quebrando a tradição que lhe é peculiar, inovar, mostrando sempre o que de mais autêntico se faz na região da Beira Serra.



Artigos Relacionados