5ª Edição do Festival Literário Internacional do Interior – “Palavras de Fogo”

Entre o dia 16 e 19 de junho decorre a 5ª edição do Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo, em homenagem às vítimas dos fogos florestais, sob a égide do lema “A arte e a cultura como reanimadores de uma região e de um povo”.

Este ano o festival decorre em 7 concelhos da região centro, nomeadamente Alvaiázere, Ansião, Arganil, Condeixa-a-Nova, Lousã, Miranda do Corvo e Pedrógão Grande, com o objetivo de levar a cultura, os livros e os escritores às populações mais atingidas pelos incêndios em 2017.

Nesta edição serão homenageados os escritores Agustina Bessa Luís, Matilde Rosa Araújo, José Saramago e ainda o músico Adriano Correia de Oliveira e o programa será subordinado ao tema “Sibilas, rebeldes e génios”.

A sessão de abertura da 5.ª edição do Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo terá lugar no dia 16 de junho em Alvaiázere e será seguida de uma palestra pelo Prof. Carlos Reis sobre José Saramago e a peça de teatro “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, pela companhia Éter.

À semelhança das edições anteriores, o Festival passará também por Arganil. Dia 17 de junho serão promovidas para as crianças do 1º ciclo de escolaridade sessões de escrita criativa pela escritora Maria Alzira Brum e, no dia 18, pelas 21 horas decorrerá, na Biblioteca Alberto Martins de Carvalho – Coja, um painel com a presença dos escritores Luís Osório, Alexandre Gossn, Maria Alzira Brum, moderado por Ricardo Fonseca Mota, que terá como ponto de partida a frase “Há esperanças que é loucura ter. Pois eu digo-te que se não fossem essas já eu teria desistido da vida.” da autoria de José Saramago.

Tendo em conta a cultura como força reanimadora, o Município de Arganil, no âmbito do Festival Literário Internacional do Interior, associa-se ainda à campanha nacional “Livros pela paz” lançada pela Arte-Via, que pretende recolher 10 milhões de livros em português, inglês, ucraniano ou russo para seguirem para a Ucrânia e ajudar a reconstruir os sonhos de um povo cuja liberdade e democracia se encontram ameaçadas. Todas as pessoas interessadas em contribuir nesta ação podem entregar os livros a doar na Biblioteca Municipal de Arganil ou na Biblioteca Alberto Martins de Carvalho até ao dia 20 de junho.

Para mais detalhes consulte a programação aqui.



Artigos Relacionados