Adjudicação da empreitada de requalificação da EN 342 ocorre até final de março

O processo de execução da requalificação da Estrada Nacional 342, estagnado desde agosto de 2017, vai arrancar antes do final do primeiro trimestre deste ano. A garantia foi dada pela Infraestruturas de Portugal ao Presidente da Câmara de Arganil, Luís Paulo Costa, na sequência das sucessivas e insistentes diligências efetuadas junto da administração da empresa nos últimos meses.

A empreitada, no valor de 2,75 milhões de euros, será adjudicada até ao final do mês de março e, cumprindo-se a firme vontade do Município e o compromisso assumido pela Infraestruturas de Portugal, a obra no troço entre Arganil e Côja, numa extensão de 12,67 km, terminará antes do final do ano. A requalificação da via será fundamentalmente constituída pela beneficiação e reforço do pavimento existente, pela reabilitação de drenagem, bem como do sistema de sinalização e segurança.

A segunda fase da empreitada, entre Côja e Vila Cova de Alva, será lançada no início do 2019, apesar da forte insistência da autarquia junta daquela entidade para que a obra fosse totalmente concluída até ao final do ano. A concretização do projeto de requalificação da EN 342 vem permitir que se reverta a profunda degradação em que o troço entre Arganil e Vila Cova de Alva se encontra, melhorando as condições de circulação e de segurança de uma estrada que se assume como absolutamente estruturante e estratégica para o concelho.

Havendo a firme pretensão de evitar que o problema se arrastasse por mais tempo do que aquele que se considera ter sido já francamente excessivo, o Município de Arganil está convicto de ter sido dado um passo de extrema importância para a promoção de mais desenvolvimento e maior coesão territorial no concelho.



Artigos Relacionados