Arganilense Mário Pereira Gonçalves homenageado pela Câmara Municipal de Lisboa

  • Medalha Mário Pereira Gonçalves
  • Mário Pereira Gonçalves

O Município de Arganil congratula-se com a homenagem que a Câmara Municipal de Lisboa prestou ao Comendador Mário Pereira Gonçalves, esta quinta-feira, atribuindo-lhe a Medalha Municipal de Mérito Comercial. A insígnia foi entregue pelo presidente da Câmara, Carlos Moedas, na Pastelaria Versailles, da qual o arganilense de 86 anos é proprietário e que completa 100 anos de existência neste ano de 2022.

“Foi com grande satisfação que recebi a notícia da justíssima homenagem concedida a este nosso conterrâneo, que contribuiu de forma decisiva e marcante para projetar e prestigiar os setores da restauração, do turismo e do comércio nacional ao longo dos últimos 50 anos”, enalteceu o presidente da Câmara Municipal de Arganil.

A condecoração atribuída ao Comendador Mário Pereira Gonçalves, natural de Porto Castanheiro, na União das Freguesias de Cepos e Teixeira, é motivo de grande orgulho para o concelho, reconheceu Luís Paulo Costa. “Em nome dos arganilenses, agradeço e felicito o Comendador Mário Pereira Gonçalves pelo percurso inspirador que trilhou e que tanto dignifica e engrandece o nome de Arganil”.

Receberam a Medalha Municipal de Mérito Comercial pela mão de Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, os seus filhos, Paulo e Isabel Gonçalves.

Mário Pereira Gonçalves nasceu a 6 de agosto de 1936, tendo rumado a Lisboa apenas com 13 anos, para trabalhar. Passou por várias pastelarias como funcionário e, aos 23 anos, estabeleceu-se como empresário. Foi presidente da direção da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal entre 1983 e 2022, tendo cessado funções por renúncia ao cargo já este ano.

Apesar da distância geográfica, manteve a forte ligação ao concelho de Arganil e ao associativismo regionalista, assumindo, nomeadamente, o cargo de dirigente da Casa da Comarca de Arganil e de deputado da Assembleia Municipal de Arganil, entre 2005 e 2021, ainda que a sua presença no último mandato tenha sido menos assídua. 

Entre as muitas distinções que recebeu ao longo da sua carreira, destacam-se a Medalha de Mérito Turístico (Grau Ouro), atribuída pelo então Primeiro-Ministro, António Guterres, em 1998, e o grau de Comendador da Ordem do Mérito Empresarial, entregue pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio, no ano 2000. Em 2016, foi agraciado com a Medalha de Ouro do Concelho pela Câmara Municipal de Arganil.