Município de Arganil vai reabilitar estradas em Piódão e Benfeita

Integrado no plano de melhoria contínua da rede viária do concelho, a Câmara Municipal de Arganil prepara-se para avançar com a reabilitação das estradas municipais que ligam o Piódão a Foz d’Égua e a Benfeita à Portelinha, concretizando um investimento de mais de 500 mil euros.

Esta intervenção, da inteira responsabilidade da autarquia, prevê a pavimentação das respetivas vias, a reposição da sinalética vertical e horizontal, a instalação de guardas metálicas, bem como trabalhos de contenção de taludes e estabilização e reabilitação de muros.

“Muito ansiada e necessária”, a melhoria das condições de circulação “ganha redobrada importância, pelo papel que estas vias assumem do ponto de vista do turismo no concelho”, reconhece Luís Paulo Costa, presidente da Câmara. “Estas estradas servem não apenas a população residente mas também um alargado número de turistas, que visita a Aldeia Histórica do Piódão e a Aldeia do Xisto da Benfeita ao longo de todo o ano”.

As intervenções nas freguesias de Piódão e Benfeita integram um conjunto de empreitadas que vão ser concretizadas nos próximos meses e que totalizam um investimento camarário de mais de um milhão de euros. Deste leque, estão prestes a arrancar também as empreitadas na Zona Industrial de Côja e no Bairro de Côja, no valor de 300 mil euros, e na Rua Comendador Cruz Pereira, Bairro do Abrunhós, ambas em Arganil, e estrada que liga o Casal Novo ao cruzamento de Cepos, perfazendo um investimento de 385 mil euros.

À parte destas, “continuam a merecer o esforço financeiro do Município de Arganil as estradas municipais afetadas diretamente pelo incêndio de outubro de 2017”, acrescenta Luís Paulo Costa, sublinhando que “a melhoria dos acessos às nossas freguesias e o aumento de segurança de quem neles circula é a grande prioridade da autarquia”.

Neste âmbito, e considerando a verba decorrente do Fundo de Solidariedade da União Europeia, foram concluídas e recentemente inauguradas as empreitadas nos troços entre Pomares e o Monte Frio, no valor de cerca de 200 mil euros, e entre o Cartamil, na União das Freguesias de Cepos e Teixeira, e o Colmeal, no limite do concelho de Góis, totalizando um investimento de aproximadamente 225 mil euros.



Artigos Relacionados