Câmara de Arganil vai avançar com intervenção na Zona Industrial da Relvinha Este

O contrato para execução da empreitada de «Qualificação do Pólo Industrial da Relvinha ESTE», adjudicada à empresa Socitop Unipessoal, Lda., foi assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, nesta quinta-feira, 3 de outubro, no edifício dos Paços do Concelho.

Com um prazo de execução de 5 meses (150 dias) e totalizando um investimento na ordem dos 750 mil euros, comparticipado pelo Fundo de Desenvolvimento Regional (FEDER), esta intervenção contempla a reabilitação da rede viária e infraestruturas que servem o Polo Este da Zona Industrial da Relvinha, no Sarzedo.

O projeto de execução prevê, em concreto, a pavimentação de troços e arruamentos, incluindo os que se encontram em terra batida, o reforço da sinalização vertical e horizontal, a criação de passeios e lugares de estacionamento, bem como a substituição da rede de distribuição de água, a requalificação da rede de águas pluviais e o tratamento de taludes.

Celebrado o contrato com a Socitop, representada pelo seu administrador, Abel Torres, o presidente da Câmara destacou todo o trabalho realizado pela autarquia nos últimos meses, de forma a “acelerar a concretização do ambicioso e muito ambicionado projeto da Relvinha”.

A empreitada de qualificação da zona Este “concorre para a melhoria das condições de atividade das empresas ali instaladas, aumentando a sua competitividade e promovendo a criação de mais e melhores oportunidades para os empresários do concelho”, apontou Luís Paulo Costa, realçando o esforço que tem merecido, em simultâneo, o projeto de ampliação da Relvinha Oeste.

Esta ampliação do Polo Oeste, que representa um investimento de cerca de 3,5 milhões de euros, financiado pelo FEDER, “vai incidir sobre uma área de quase 600 mil metros quadrados, permitindo a fixação de 23 novas empresas no concelho”, realçou o presidente da autarquia. Trata-se de “um claro e superior investimento no desenvolvimento do nosso território e na garantia de futuro para as gerações que se seguem, que vai ao encontro da estratégia de desenvolvimento definida pela autarquia para o território”.

Integrada na forte aposta da autarquia no fortalecimento e diversidade da base económica local está, de igual forma, a reabilitação e beneficiação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Zona Industrial da Relvinha, que representa um investimento de 1,2 milhões de euros, comparticipado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), cuja inauguração vai decorrer no próximo dia 14 de outubro.



Artigos Relacionados