Inauguração da exposição “As invasões Francesas no Concelho de Arganil”

No âmbito dos 210 anos sobre o fim da Terceira Invasão Francesa, foi inaugurada no dia 19 de julho, no átrio da Biblioteca Municipal de Arganil, a exposição “As invasões Francesas no Concelho de Arganil” que documenta o impacto que estas invasões tiveram no território da Beira Serra.

As palavras de abertura couberam à vice-presidente da Câmara Municipal de Arganil, Paula Dinis, que informou os presentes que esta exposição foi concebida como forma de enriquecer o Mapa Roteiro das Invasões Francesas na Região de Coimbra da responsabilidade da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

A apresentação ficou a cargo de Miriella de Vocht, coordenadora das Bibliotecas Públicas do Concelho de Arganil. Depois de uma contextualização geral das Invasões Francesas e dos motivos pelos quais Napoleão Bonaparte decretou a invasão de Portugal, a exposição foca-se no impacto que a 3ª Invasão Francesa teve na região de Arganil.

Uma carta do padre Manuel Gomes Nogueira, datada de 23 de Março de 1811, ao seu irmão José Acúrsio das Neves foi fundamental para retratar a gravidade dos flagelos, que a população e as localidades por onde as tropas foram passando na sua retirada sofreram.

As palavras finais couberam ao presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, que para além de enaltecer o trabalho elaborado, frisou que existe uma tendência para “romantizar os acontecimentos do passado” e que investigações desta natureza se revelam fundamentais para de facto se conseguir olhar para a história e compreender o real impacto dos acontecimentos passados nas populações.

Após a inauguração da exposição, os presentes, acompanhados pelo presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, pela vice-presidente da Câmara Municipal de Arganil, Paula Dinis e pelo presidente da Junta de Freguesia do Sarzedo, Idílio Correia, visitaram o Totem alusivo às Invasões Francesas que se encontra implantado junto à Igreja do Sarzedo e que integra o Mapa Roteiro das Invasões Francesas na Região de Coimbra. O Totem, colocado no Sarzedo, tem o intuito de ser um ponto de interesse-âncora dado ter sido uma das aldeias mais fustigadas do nosso concelho.

A exposição estará patente ao público, na Biblioteca Municipal de Arganil, até dia 31 de julho, seguindo depois em itinerância por várias freguesias do Concelho.

Calendário de itinerância:

Biblioteca Alberto Martins de Carvalho Coja – 2 a 13 de agosto

Sarzedo – Museu da Barbearia – 16 a 31 de agosto

Sede de Freguesia de S. Martinho da Cortiça – 1 a 15 de setembro

Sede de Freguesia de Pombeiro da Beira  – 16 a 30 de setembro

Salão do edifício da Junta de Freguesia de Celavisa  – 1 a 15 de Outubro



Artigos Relacionados