Inauguração da exposição “Portas do Céu”

O Átrio de exposições Guilherme Filipe inaugurou ontem, dia 10 de janeiro, pelas 17h30, a exposição itinerante de astro fotografia, de autoria de Miguel Marques, que ficará patente ao público até 28 de fevereiro de 2022, podendo ser visitada todos os dias úteis, entre as 9h00 e as 17h30.

Trata-se de uma iniciativa inserida numa candidatura de programação cultural em rede designada “Portas do Céu”, alinhada com os objetivos do Aviso CENTRO- 14-2020-12, que será desenvolvida ao longo de 12 meses.

“Portas do Céu” é um projeto intermunicipal que envolve os Municípios de Pampilhosa da Serra (líder), Arganil e Góis, baseando a sua ação num modelo de cooperação territorial, que privilegia um conjunto de agentes e entidades que operam nos setores Cultural e Turístico desta região, como foi referido pelo Presidente da Câmara Municipal, Luís Paulo Costa, na abertura da inauguração. Como disse, “trata-se de uma região particularmente destacada e única para observação do céu”.

Este “apaixonado” fotógrafo do espaço, como tão bem foi definido pela vice-presidente,  Paula Dinis, privilegiou os presentes, de entre amigos, familiares, população em geral e comunicação social, com uma explicação de cada uma das trinta fotografias, dos três concelhos, que compõem a exposição, detalhando algumas particularidades técnicas para que se possa atingir os resultados alcançados, dos melhores e mais raros registos de imagem, de corpos celestes e áreas do céu noturno, num autêntico desafio de “reflexão e observação do infinito”.

Para Paula Dinis, esta exposição de astro fotografia, “é um convite ao prazer da descoberta, da exploração e evasão, que tão bem Miguel Marques nos coloca” e que terá a sua continuidade num conjunto vasto de outras ações que integram a referida candidatura, que decorrerão até final de junho de 2022, por via da realização de eventos e divulgação dos seus ativos naturais e históricos culturais do seu património, privilegiando a música, a arte e o ambiente, sob o mote da astronomia e o astro turismo, abrindo perspetivas à revitalização de monumentos, sítios, valores e práticas culturais, destinadas a um público muito diversificado.



Artigos Relacionados