Luís Paulo Costa presente na apresentação do projeto de gestão da Bacia do Rio Ceira

O presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, participou na apresentação do projeto “Gestão da Bacia Hidrográfica do Rio Ceira face às Alterações Climáticas”, que teve lugar em Góis, no passado dia 26 de março. Envolvendo um investimento de 2,6 milhões de euros, integralmente financiado pelo programa europeu EEA Grants, as intervenções previstas no projeto preparam-se para arrancar e envolvem os concelhos de Arganil, Góis, Lousã e Pampilhosa da Serra.

Em Arganil, os locais prioritários de intervenção, no que diz respeito à componente hidrológica, são o Poço da Cesta, no Casal Novo, e o Túnel do Vale Pardieiro, localizado entre a União das Freguesias de Cepos e Teixeira e Fajão, concelho da Pampilhosa da Serra. Está prevista a limpeza de margens, incluindo remoção/contenção de espécies invasoras e remoção de madeiras e outros resíduos presentes nas margens e no leito do rio Ceira.

Em termos de infraestruturas, prevê-se que o projeto contemple a reabilitação de um açude em Casal Novo, de um moinho no Poço da Cesta e do acesso àquela zona balnear, na União das Freguesias e Cepos e Teixeira, bem como a reabilitação de um percurso e um palheiro em Malhada Chã, na freguesia de Piódão.

Durante a sessão, o presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC), José Carlos Alexandrino, informou que foi iniciado um procedimento para realização de um estudo de viabilidade para um percurso ciclável ao longo do Rio Ceira, desde Coimbra até à sua nascente na Serra do Açor, contribuindo para a preservação dos seus recursos, mas também da sua visitação e usufruto, e como meio de desenvolvimento destes territórios. A CIM-CR integra este projeto como parceiro executor das ações delegadas pelos municípios.

Com o objetivo de preservar e dotar o rio Ceira de mecanismos que aumentem a sua resiliência, o projeto “Gestão da Bacia Hidrográfica do Rio Ceira face às Alterações Climáticas” vai desenrolar-se até 2023 e é promovido pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), tendo como parceiros a Faculdade de Engenharia do Porto (FEUP), os Municípios de Arganil, Góis, Lousã e Pampilhosa da Serra e a Direção Norueguesa para a Proteção Civil (DSB – Nowergian Directorate for Civil Protection), representada na sessão de apresentação do projeto pela embaixador da Noruega em Portugal, Tove Bruvik Westberg.



Artigos Relacionados