Mário Pereira Gonçalves distinguido com Prémio Carreira pelo Prémio Nacional de Turismo

 

Mário Pereira Gonçalves, natural da aldeia de Porto Castanheiro, na União de Freguesias de Cepos e Teixeira, foi agraciado com o Prémio Carreira na segunda edição do Prémio Nacional de Turismo. A distinção homenageia e exalta a excelência de uma carreira de mais de 50 anos construída com reconhecida perseverança e dedicação no setor da restauração e bebidas.

Desde 1983 na presidência da maior associação empresarial nacional, a AHRESP – Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, Mário Pereira Gonçalves rumou a Lisboa para trabalhar com apenas 13 anos, passando por várias pastelarias como funcionário e, depois, como empresário. Apesar da distância geográfica, manteve a forte ligação ao concelho de Arganil e um intenso envolvimento com o associativismo regionalista, nomeadamente enquanto dirigente da Casa da Comarca de Arganil.

“Foi com grande satisfação que tomei conhecimento desta distinção, que faz jus à excecional e inigualável carreira do Comendador Mário Pereira Gonçalves e que enaltece a excelência do trabalho e a relevância do papel que desempenha ao longo várias décadas na dinamização, modernização e melhoria contínua do setor da restauração”, elogia Luís Paulo Costa, presidente da Câmara Municipal.

“A humildade, o empenho e resiliência que demonstra no exercício das suas funções só podem ser motivo de grande orgulho para Arganil e uma verdadeira inspiração para quem, como eu, lidera os interesses de um concelho”, enaltece o presidente da autarquia.

Uma das grandes referências e personalidades que mais contribuíram para impulsionar a restauração e a hotelaria no país, Mário Pereira Gonçalves, de carácter humano e solidário e assumidamente orgulhoso das suas origens, integra desde 2005 a Assembleia Municipal de Arganil e foi homenageado pela Câmara Municipal de Arganil em 2016, recebendo a Medalha de Ouro do Concelho.

No ano 2000 foi agraciado como Comendador da Ordem do Comércio e Indústria pelo então presidente da República, Jorge Sampaio, e recebeu diversas outras distinções durante a sua longa carreira: Medalha de Ouro de Mérito Turístico, atribuída pelo Estado português; Medalha de Ouro do Sindicato Nacional dos Restauradores e Hoteleiros de França e Medalha de Honra da Confederação Internacional de Pasteleiros, Confeiteiros e Geladeiros.



Artigos Relacionados