O Centro de Emprego e Formação Profissional de Arganil permanecerá em pleno funcionamento em 2011

Depois da tomada de posição da Assembleia Municipal de Arganil e da Câmara Municipal de Arganil, bem como dos Presidentes das Câmaras Municipais de Arganil, Góis, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra e Tábua, houve um conjunto de diligências desenvolvidas pela Câmara Municipal de Arganil,  que permitiram encontrar uma solução para o problema, que iria afectar estes Municípios da Beira Serra.

Assim, após uma reunião com o Presidente do Centro de Emprego e Formação Profissional, no sentido de encontrar uma solução para esta questão, houve uma audiência com o Secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional, Dr. Valter Lemos.

Nessa audiência, o Sr. Secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional informou que o Instituto de Emprego e Formação Profissional tinha indicações de um corte de 100 milhões de euros no seu orçamento para 2011 e que uma das medidas seria o, possivel, encerramento do Centro de Formação de Arganil.

Na mesma audiência, a Câmara Municipal, através do seu Presidente, Eng. Ricardo Pereira Alves, demonstrou total disponibilidade para encontrar uma solução para que tal não acontecesse.

Ficou, então, acordado que o Município de Arganil prescindiria do pagamento do aluguer do espaço da Quinta do Mosteiro em troca da não inclusão do Centro de Formação de Arganil na Portaria do Governo que levará ao encerramento de diversas repartições daquele organismo, sendo que para tal apenas se aguarda o pedido oficial por parte do Instituto de Emprego e Formação Profissional.



Artigos Relacionados