O Presidente da República veio presidir a Sessão Solene da Comemoração do Dia do Município

 

O Presidente da República, Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva, presidiu a Sessão Solene Comemorativa do Feriado Municipal do Concelho de Arganil.

Após a receção na Praça Simões Dias, onde a Associação Filarmónica de Arganil e o seu Coro Infantil interpretaram o Hino Nacional, o Presidente da República e o Presidente da Câmara Municipal de Arganil descerraram, no átrio da Câmara Municipal, uma placa alusiva à Comemoração dos 900 anos do Concelho de Arganil.

No decorrer da Sessão Solene, a Autarquia de Arganil atribuiu ao Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva a Medalha de Ouro do Concelho.

No seu discurso, o Presidente da República confessou que foi com muito gosto que aceitou o convite para participar na celebração do Dia do Município.

Considerando que Arganil está hoje, “mais perto dos centros urbanos”, pois, “a acção concertada da Administração Central e local permitiu dar melhores condições de vida aos seus habitantes”, o Presidente da República, afirmou que a interioridade, “tem que ser um estimulo, para que com engenho e arte, se encontrem novos caminhos de crescimento e afirmação identitária”. “Temos que saber olhar para os recursos endógenos de cada região, para o que de único e especial existe nestas terras, temos de assumir o desafio de melhorar a vida destes concelhos a partir daquilo que é a sua realidade”, declarou ainda o chefe de Estado, afirmando que é precisamente, “nesse espírito que vejo a realização aqui em Arganil, da centenária feira do Mont’Alto e da inovadora FICABEIRA”. “O facto de as duas feiras se realizarem em simultâneo revela que se compreende e valoriza o contributo distinto de cada uma delas para a atracção de turistas e para o desenvolvimento local”, acrescentou ainda o Presidente da Republica, sustendo que a “Feira do Mont’Alto seduz pela exposição dos produtos e das actividades artesanais e pela divulgação da gastronomia local”, enquanto que a FICABEIRA, “contribui desde 1981, para o desenvolvimento económico da região”.