Pimpinone, a ópera cómica de um casamento desigual esteve na Cerâmica Arganilense

“Pimpinone” foi o mais recente espetáculo ao abrigo do programa Coimbra Região de Cultura, acolhido pelo Auditório da Cerâmica Arganilense, na matiné do passado dia 20 de junho.

“Pimpinone”, uma ópera cómica em três partes, conta a história da camareira Vespetta, que vê em Pimpinone, um rico mercador, uma possibilidade de independência. A partir do momento em que casam toda uma sucessão de revelações e enganos são despoletados entre os dois, marcados pelo registo leve e cómico com o objetivo maior de chamar o grande público para a beleza e o encanto da ópera.

A Ópera Cómica “Pimpinone” foi um dos maiores sucessos do compositor alemão Georg Philipp Telemann (1681-1767) estreada originalmente em Hamburgo, a 27 de setembro de 1725, para divertir o público durante os intervalos da adaptação que Telemann fez da ópera séria “Tamerlano”, de Händel. Levada a palco pela Ritornello – Associação Cultural, teve direção musical de António Ramos, na voz de Pimpinone, Luís Rodrigues e na de Vespetta, Tânia Ralha.



Artigos Relacionados