Programa Exploradores@PPSerraAçor apresentado na Escola Superior Agrária de Coimbra

Cerca de 40 alunos da Escola Secundária de Arganil celebraram o Dia da Floresta Autóctone, na passada sexta-feira, 23 de novembro, na Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), que preparou um programa inteiramente dedicado à fauna e flora autóctones, sensibilizando os jovens para a importância da conservação destas espécies.

Do programa do Dia da Floresta Autóctone constou a apresentação do Programa Exploradores e dos resultados da sua 1.ª Edição – “Exploradores@PPSerraAçor”. Um projeto desenvolvido por cinco alunos dos 10.º e 11.º anos de Arganil, na Serra do Açor, no passado mês de setembro, e promovido pela Câmara Municipal de Arganil, em parceria com a Junta de Freguesia da Benfeita, o Agrupamento de Escolas de Arganil (AEA), o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e a própria ESAC.

A apresentação da primeira edição deste projeto pioneiro foi realizada pela Vereadora do Ambiente e da Floresta do Município de Arganil, Érica Castanheira, que conduziu as várias centenas de alunos e docentes presentes no auditório da ESAC numa viagem pela Mata da Margaraça. Foram ainda entregues os certificados de participação aos exploradores e às professoras Carla Rodrigues e Helena Alves do AEA, que acompanharam os alunos nesta aventura.

A riqueza e a diversidade da Serra do Açor esteve ainda patente nos trabalhos realizados no âmbito deste projeto experimental e nas fotografias captadas durante a aventura dos jovens exploradores na freguesia da Benfeita. A exposição presente na ESAC, neste Dia da Floresta Autóctone, contou também com trabalhos realizados pelos alunos do Curso Profissional de Técnico de Recursos Florestais e Ambientais da Escola Secundária de Arganil. Esta exposição tem um carácter itinerante e irá passar, até ao final do ano e ainda durante 2019, pelas Escolas do AEA, pela Câmara Municipal e pela Casa Grande, na Mata da Margaraça .

Fora de portas, e apelando ao seu espírito mais curioso, os jovens arganilenses aventuraram-se pela mata da Escola Superior Agrária, para observar as plantas autóctones e invasoras e as aves ali presentes. O dia terminou com a plantação de várias espécies autóctones pelos jovens alunos das turmas do 10.º E, do 11.º B, do 12.º F, 12.º A e dos cursos profissionais de Técnico de Recursos Florestais e Ambientais e de Turismo Ambiental e Rural, da Escola Secundária de Arganil.



Artigos Relacionados