Televisão Digital Terrestre

Como é do conhecimento público e tem vindo a ser divulgado na comunicação social, Portugal está obrigado a desligar o actual sinal de televisão analógico terrestre ( o que vai acontecer até Abril de 2012) passando os serviços de televisão em “sinal aberto” a ser garantidos pela Televisão Digital Terrestre (TDT).
A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) já iniciou esse processo, sendo que essa migração para a TDT ficará concluído em Abril de 2012.

A TDT é uma tecnologia de difusão terrestre em sinal digital que também funciona através de antena e que irá substituir a actual teledifusão analógica terrestre.
Entre as novas funcionalidades, a TDT permite uma melhoria da qualidade do som e imagem.
Actualmente, os televisores que estão à venda no mercado já permitem a recepção da TDT, sendo apenas necessário ligar-lhe o cabo da antena. No entanto poderá ainda ser necessário redireccionar a antena receptora.
Para quem possuir um televisor convencional, será necessário adquirir um descodificador para a recepção do sinal.

Existe uma pequena percentagem da população portuguesa que não terá acesso à nova televisão digital por via terrestre, uma vez que não existe viabilidade técnica para a cobertura TDT de todo o território nacional. Para estas situações, o serviço de televisão digital com os canais gratuitos nacionais, será assegurado através de uma tecnologia alternativa, ou seja, de TDT Complementar via satélite.

A ANACOM aprovou a decisão sobre a atribuição pela Portugal Telecom Telecomunicações de um subsídio à aquisição de equipamento TDT por parte de cidadãos com necessidades especiais, grupos populacionais mais desfavorecidos e instituições de comprovada valia social, cujas determinações igualmente passaram a constituir parte integrante do título.
Assim, podem beneficiar deste programa:
– Pessoas que:
– tenham grau de deficiência igual ou superior a 60%
– sejam beneficiárias do Rendimento Social de Inserção
– sejam reformadas ou pensionistas com rendimentos inferiores a 500 euros mensais
– As instituições de carácter social e sem fins lucrativos, como hospitais públicos, centros de saúde, bibliotecas, instituições de solidariedade social, entre outros

A subsidiação será de 50% do valor do equipamento, mas nunca superior a 22 euros, e será atribuída uma única vez por cada casa e desde que esta não tenha TV paga.
A ANACOM tem ao serviço o número nacional de atendimento permanente para a TDT – 800 200 838 –  e as eventuais dúvidas poderão ser esclarecidas no endereço www.tdt.telecom.pt

Como é do conhecimento público, o sinal analógico que transmite o serviço gratuito de televisão vai ser desligado em Abril de 2012, sendo substituído por um sinal digital, conhecido por Televisão Digital Terrestre, ou simplesmente TDT.

 

A TDT é uma tecnologia de difusão terrestre em sinal digital que também funciona através de antena e que irá substituir a actual teledifusão analógica terrestre.

 

Porque este assunto tem vindo a levantar certas dúvidas, nomeadamente no que diz respeito ao funcionamento e compatibilidade com os televisores mais frequentes, a ANACOM e DECO, com a colaboração do Município de Arganil vão realizar uma Sessão Informativa, que se realizará no dia 19 de Dezembro de 2011, pelas 18 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.



Artigos Relacionados