Estudo desenvolvido por docente de Harvard sobre Arganil vai ser tema de seminário

O trabalho desenvolvido pela docente da Universidade de Harvard, EUA, Sílvia Benedito e pelos seus alunos sobre a paisagem rural na região de Arganil vai ser tema do seminário online agendado para esta quarta-feira, 14 de abril, intitulado «Uma nova-ruralidade: Re-imaginar o rural num futuro centrado em pessoas, paisagens, e fogo».

Este projeto, desenvolvido com o apoio e o acompanhamento da Câmara Municipal de Arganil, examina possíveis desenvolvimentos da paisagem rural do concelho de Arganil, partindo da premissa de que o fogo é um elemento integrante nas dinâmicas eco-culturais.

O webinar realiza-se entre as 12h30 e as 13h30 do dia 14 de abril e encontra-se aberto a todos os interessados, através do link: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/81760385702

A iniciativa integra o ciclo de seminários “Ecologia, Florestas e Conservação”, promovido pelo Centro de Estudos Florestais e pelo Centro de Ecologia Aplicada (Instituto Superior de Agronomia-Universidade de Lisboa).

Parceria com Harvard iniciou em 2018

Esta parceria entre o Município de Arganil e Professora Sílvia Benedito não é caso único. O trabalho de cooperação começou, aliás, em 2018, com o projeto “Community Fellowship”, desenvolvido na freguesia da Benfeita por duas estudantes do Mestrado em Arquitetura Paisagística da Universidade de Harvard, Melissa Naranjo e Ines Benitez. As alunas residiram, estudaram e registaram a dinâmica da população rural, a partir das vivências dos residentes, da arquitetura tradicional, da alteração dos espaços florestais e do impacto dos incêndios de 2017. O projeto culminou na elaboração e edição pela Câmara Municipal do “Almanaque da Benfeita” e na realização da exposição interativa “O que leva a levada”, realizada na antiga Quinta do Dr. Urbano e noutros espaços da aldeia da Benfeita.

Já em 2020, a Universidade de Harvard desenvolveu o curso Option Studio “Canary in the mine: Wildfires and rural communities in the Mediterranean hinterland”, em que os alunos da Universidade de Harvard foram desafiados a apresentar propostas para o desenvolvimento de uma paisagem rural mais eficiente, sustentável e resiliente; com especial enfoque nas aldeias e as áreas comunitárias de baldios integradas no Projeto Floresta da Serra do Açor.

Este curso contou com a participação dos técnicos do Gabinete Florestal da Câmara Municipal de Arganil, entre outros conceituados especialistas convidados, nacionais e internacionais, de renome académico e científico nas áreas da gestão florestal, do ordenamento do território e do desenvolvimento rural.



Artigos Relacionados