Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo

O Município de Arganil foi este ano o concelho anfitrião na abertura da 2ª edição do Festival Literário Internacional do Interior que decorreu no dia 14 de junho no Auditório da Cerâmica Arganilense.

Estiveram presentes representantes de todos os concelhos envolvidos: Alvaiázere, Arganil, Ansião, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Fundação ADFP de Miranda do Corvo, Pedrógão Grande, Penela, S. Pedro do Sul e Tábua.

Na sessão de abertura esteve presente a Senhora Vice-presidente da Câmara Municipal de Arganil, Paula Dinis, bem como representantes da CCDRC, do Ministério da Cultura e da Presidente da Arte-Via Cooperativa Editorial, Filomena Amaral.

Foi anunciado o vencedor da 1ª edição do Concurso Literário Palavras de Fogo, Vasco Correia, com a obra “44-Livro do Fim do Inicio”, selecionado entre cerca de 30 trabalhos apresentados.

Seguiu-se um painel de escritores convidados: Gonçalo M. Tavares, Andrea del Fuego, Sérgio Letria e Vasco Correia, tendo como moderador o prof. António Pedro Pita, que tomaram como mote a frase de José Saramago: Tomemos então, nós, cidadãos comuns, a palavra e a iniciativa. Com a mesma veemência e a mesma força com que reivindicarmos os nossos direitos, reivindiquemos também o dever dos nossos deveres. Talvez o mundo possa começar a tornar-se um pouco melhor para reflectir sobre a realidade dos concelhos vítimas dos grandes incêndios de 2017, na linha dos objectivos deste Festival que apresenta “a arte e a cultura como reanimadora de uma região e de um povo”.

O jantar que se seguiu foi animado por belos cantares oferecidos pelo Rancho Folclórico da Região de Arganil que encantou os convidados portugueses e estrangeiros, tendo terminado com um Fado Mandado à boa maneira da nossa terra, em que todos alegremente participaram. A Prof. Graça Moniz brindou todos os presentes com um belo poema da sua autoria, enquadrado no tema deste Festival.



Artigos Relacionados