Hasteadas oito bandeiras nas cinco Praias Fluviais do concelho de Arganil

As oito bandeiras atribuídas às cinco Praias Fluviais do concelho de Arganil foram hasteadas ao longo do dia 2 de julho, numa cerimónia que contou com o executivo da Câmara Municipal de Arganil e representantes das Juntas de Freguesias, da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e da Autoridade de Saúde.

A Praia Fluvial da Cascalheira, nas Secarias, ostenta as bandeiras Azul, Praia Qualidade de Ouro e Praia Acessível para Todos; a Praia Fluvial de Côja içou a Bandeira Azul e Bandeira Praia Acessível para Todos; a Praia Fluvial do Piódão tem refletidas nas suas águas a Bandeira Azul e as Praias Fluviais de Pomares e da Benfeita voltam a erguer o estatuto de Praia Acessível para Todos.

Para o presidente da Câmara Municipal, Luís Paulo Costa, o reconhecimento da qualidade das águas balneares e dos serviços de apoio refletem “a forte aposta que o Município de Arganil tem vindo a fazer na rede de praias fluviais e que se revela essencial para aquilo que é a estratégia da autarquia para a área do turismo, para o seu crescimento e para a rentabilização do setor”.

Olhando para a época balnear do ano passado, o líder do executivo camarário espera que o “grande fluxo de pessoas registado se repita este verão”, tal como o comportamento civilizado dos utentes das praias e das zonas balneares do concelho. “O apelo que faço é que as pessoas adotem práticas seguras e comportamento responsáveis, tanto no que tem a ver com a prevenção da Covid-19 com o que está relacionado com usufruto do espaço”.

As praias fluviais e zonas balneares do concelho, por terem dimensões e áreas circundantes distintas, têm capacidade diferentes no que se refere ao acolhimento de banhistas (ver mapa acima, na galeria de fotos). O controlo dos acessos às praias fluviais, assim como a garantia da segurança na água, é feito pelos vigilantes, contratados pelas Juntas e Freguesia, na sequência de contrato-programa celebrado com a autarquia. “Todos os anos, o Município transfere o valor correspondente à contratação dos vigilantes para as Juntas, que ficam responsáveis pela sua contratação”, explicou Luís Paulo Costa, logo após hastear as bandeiras na Praia Fluvial da Cascalheira, nas Secarias.

Alargar a rede de praias fluviais no concelho

“Temos a pretensão de alargar a rede de praias fluviais e estamos a trabalhar nesse processo”, confidenciou o presidente da autarquia, explicando que o Município está a monitorizar a qualidade da água no Sarzedo (Valeiro do Barco) e no Poço da Cesta, em Casal Novo, tendo como objetivo propor à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) a sua identificação como água balnear. “O controlo analítico da qualidade da água está no segundo ano, sendo que a partir do terceiro ano teremos condições para candidatar o Sarzedo e o Poço da Cesta”.

Além das Praias Fluviais, o concelho de Arganil conta com cinco águas balneares identificadas, isto é, praias não vigiadas mas com qualidade da água monitorizada: Foz d’ Égua, Agroal, Moinho de Alva, Urtigal e Peneda Talhada.

De salientar que Moinho de Alva, Urtigal e Peneda Talhada foram identificadas como água balnear este ano,  fruto da monitorização da qualidade da água que tem vindo a ser efetuada nos últimos anos.



Artigos Relacionados