Reabilitação do edifício dos Paços do Concelho de Arganil

Estimado(a) Munícipe,

No próximo dia 17 de fevereiro vão ter início as obras de reabilitação do edifício dos Paços do Concelho. Trata-se de uma obra inadiável, que o nosso sentido de responsabilidade nos obriga a levar a efeito. De entre as várias razões que tornam esta intervenção obrigatória, destacamos as seguintes:

  • A necessidade de ajustar as condições do edifício àquelas que são as regras legais em vigor; particularmente as que o município, enquanto entidade licenciadora, exige e tem também a obrigação de cumprir;
  • A pertinência de proceder à substituição do telhado do edifício, face à constatação de que chove dentro do mesmo, bem como da caixilharia do edifício, atendendo ao seu estado de degradação e ineficiência energética;
  • Os relatórios elaborados por entidades externas que alertam para a existência de várias debilidades e irregularidades ao nível da rede elétrica e dos sistemas de climatização, que, a qualquer momento, poderiam fazer deflagrar um incêndio, com consequências imprevisíveis; razão pela qual se procederá a respectiva substituição;
  • A oportunidade disponibilizada pelo programa de Beneficiação de Equipamentos Municipais (BEM), que financia intervenções que considerem a criação de melhores condições de atendimento e serviço ao cidadão.

Face ao atrás exposto, não podíamos ceder ao facilitismo e irresponsabilidade de adiar esta intervenção.

No decurso da obra, os serviços de atendimento ao munícipe vão funcionar na Avenida das Forças Armadas, ao lado da repartição das Finanças. Apelamos à sua melhor compreensão relativamente a qualquer constrangimento que esta obra possa provocar.

A Empreitada de Reabilitação do Edifício dos Paços do Concelho tem a duração de 10 meses e um custo de aproximadamente 1 milhão de euros. Apesar do esforço financeiro que esta obra implica, a planificação efectuada permite-nos afirmar que não existirão constrangimentos na execução dos restantes investimentos determinantes para o concelho.

Decorridos que estão pouco mais de dois anos desde que iniciámos funções, podemos afirmar que este é o mandato com maior investimento público de sempre no concelho. Sendo esta uma constatação objetiva, continuaremos a trabalhar para concretizar os investimentos de que os nossos concidadãos necessitam.



Artigos Relacionados