O regresso do Portugal Motorsport Awards fez-se com sucesso em Arganil

Arganil recebeu no passado sábado, dia 21 de janeiro, no imponente cenário da Cerâmica Arganilense, a 4ª edição do Portugal Motorsport Awards, um alegre e descontraído convívio entre amantes e praticantes do desporto automóvel, na qual foram laureadas diversas personalidades pela sua ação e envolvimento no desporto automóvel nacional e que este ano contou com o apoio da Câmara Municipal de Arganil.

Para além das atribuições de prémios, a organização fez questão de dedicar um espaço de exposição aos 50 anos do Rally de Portugal, na qual estiveram patentes peças únicas cedidas pela família e amigos de Alfredo César Torres, acompanhadas de algumas imagens históricas do espólio da Câmara Municipal de Arganil.

Após as boas vindas ao público e mesmo antes de iniciar o almoço, o Núcleo de Pilotos do Centro, trouxe as suas “máquinas” para uma pista improvisada e emocionou, através do ruído e do “cheiro a pneu”, as dezenas de pessoas que iam chegando à receção do evento, sob um sol radiante a fazer esquecer as temperaturas mínimas que se têm feito sentir.

Deu início ao evento e as boas vindas aos mais de 250 presentes, o Presidente da Câmara Municipal de Arganil, Eng.º Ricardo Pereira Alves, seguido do Presidente do Portugal Motorsport, Luis Caramelo que, no decorrer deste convívio, foi apresentando juntamente com o conceituado jornalista Pedro Castelo, os nomes escolhidos para os Awards deste ano.

Entre o público, destaca-se a presença do Presidente da FPAK (Federação Portuguesa e Automobilismo e Karting) Manuel de Mello Breyner; Diretor-Geral da FPAK, Joaquim Capelo; Presidente do Targa Clube, Fernando Baptista; Presidente Olival Motorizado, Ricardo Capitão; Presidente Assembleia Geral Escuderia Castelo Branco, Nuno Almeida Santos; Presidente Penela Race Events, Carlos Miguel; Presidente da APPA (Associação Portuguesa de Pilotos Automóvel), Luís Carlos Ramalho; Presidente do Clube Mototurismo de Setúbal, Fernando Matias; Filha e neto de César Torres, Isabel Torres e Bernardo Pego e Responsável pelo Plano de Segurança do Dakar, Alberto Gonçalves.

Arganil, bem conhecida pelo seu apoio e paixão pelo desporto motorizado, foi a primeira entidade a receber um “Portugal Motorsport Award”, na pessoa do seu presidente Eng.º Ricardo Pereira Alves, tendo-se juntado a esta categoria, a Escuderia Castelo Branco, provavelmente o clube nacional que mais cresceu em qualidade nos últimos anos, no desporto automóvel nacional.

Álvaro Parente, que não pôde estar presente e como tal foi representado por Jorge Girão, foi também distinguido pois, à semelhança do grande Campeão Fernando Peres, detém uma longa carreira recheada de títulos. Juntou-se a Fernando Peres no palco, o técnico Luís Dias, com o prémio para a categoria daqueles que preparam e fazem os pilotos correr, instituído pela First Stop, conhecido pela sua dedicação à Diabolique e à Peres Motorsport. A primeira parte da entrega de prémio encerraria com a entrega de um Award ao jornalista João Carlos Costa, pela sua carreira e competência no capítulo da informação motorizada.

Um pequeno intervalo durante o almoço serviu para o piloto Manuel Filipe Rolo, distinguir e ser distinguido com um prémio entregue por todos os seus navegadores durante a sua carreira, grande parte deles presentes nesta edição do Portugal Motorsport Awards.

A segunda parte de entrega de prémios iniciaria com a distinção de José Pedro Fontes, campeão nacional em todas as categorias nas quais participou e Campeão Nacional de Ralis em título, bem como, com a distinção de António Rodrigues, piloto de Guimarães, que brindou o público muitas vezes com destacadas atuações em diversas categorias do desporto automóvel nacional.

A atribuição de prémios encerrou com a merecida distinção de dois magníficos campeões, Rui Madeira e Nuno Rodrigues da Silva, a dupla que primeiro alcançou uma distinção no Mundial de Ralis e uma das poucas duplas portuguesas a vencer o Rally de Portugal.

Já a tarde ia a meio quando se encerrou a festa, com um brinde final entre todos os participantes, que nas palavras de Luis Caramelo foi possível muito graças à boa vontade e apoio da Câmara Municipal de Arganil e de tantos outros patrocinadores como: QF; Caves de São Domingos; Cipriano & Antunes; First Stop; Hotel de Arganil – que na noite anterior proporcionou uma agradável tertúlia com pilotos e navegadores, a fazer lembrar os áureos tempos do Rally de Portugal – Matutano; Movielight; Olival Motorizado – criador do troféu dedicado à técnica e com presença numerosa e destacada neste evento, tal como o Núcleo de Pilotos do Centro e Clube do Peixe.

A grande festa do automobilismo nacional, que distingue e homenageia figuras e entidades incontornáveis do desporto automóvel nacional, regressa assim após um interregno de 3 anos e realiza-se num dos mais míticos locais de passagem do Rally de Portugal, a célebre Capital ou Catedral do Rally, assim saudosamente apelidada pelos amantes da modalidade.

 



Artigos Relacionados