Sessão solene e homenagem a Alberto Cruz de Almeida marcam Feriado Municipal de Arganil

No dia 7 de setembro, o Feriado Municipal de Arganil foi assinalado pelo Município de Arganil com uma sessão solene comemorativa, que teve como palco a antiga Cerâmica Arganilense. Presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, a sessão foi abrilhantada com vários momentos musicais, entre eles o Hino Nacional, interpretados pelas quatro filarmónicas concelhias: Associação Filarmónica de Arganil, Associação Filarmónica Barrilense, Associação Filarmónica Flor do Alva (Vila Cova de Alva) e Associação Filarmónica Progresso Pátria Nova de Côja.

Durante a sua intervenção, Luís Paulo Costa fez menção ao trabalho realizado pelo executivo camarário nos últimos quatro anos, em jeito de balanço do mandato que termina neste mês setembro. O presidente da Câmara destacou as obras e intervenções concretizadas nas áreas do ambiente, desenvolvimento económico, rede viária, educação, turismo, cultura e património, que resultam no maior investimento público alguma vez concretizado no concelho de Arganil, num período de quatro anos.

A sessão contou com as presenças da presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Isabel Damasceno, do presidente da Assembleia Municipal de Arganil, Ricardo Pereira Alves, do secretário executivo da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, Jorge Brito, e do presidente da Junta de Freguesia de Arganil, João Travassos.

À sessão solene seguiu-se a homenagem a Alberto Cruz de Almeida, com a atribuição do seu nome a uma rua da vila de Arganil, no Bairro do Prazo. No descerramento da placa participaram, além do executivo camarário e do presidente da Junta de Freguesia, os filhos do homenageado, Rui Alberto Cruz, regina Cruz e Gracinda Cruz.

Falecido em 2008, Alberto Cruz de Almeida foi fundador da empresa Solargus, tendo-se destacado pelo papel pioneiro desempenhado no sector das energias renováveis. Foi vereador da Câmara da Câmara Municipal de Arganil e integrou os órgãos sociais de várias coletividades, como a Filarmónica de Arganil, os Bombeiros Voluntários e o Núcleo Sportinguista, do qual foi fundador.

“O percurso de vida do senhor Alberto Cruz ilustra bem o que é a fibra dos arganilenses; uma pessoa que não se vergou perante as adversidades, que lutou, que trabalhou muito, que empreendeu e inovou, abrindo caminho para as energias renováveis, lançando-se já lá vão praticamente 60 anos na construção de painéis solares”, destacou o presidente da Câmara, Luís Paulo Costa.



Artigos Relacionados