Visitarganil a caminhar pelas margens do Rio Ceira

A última caminhada do programa “Visitarganil a caminhar” fez-se pela frescura das margens do Rio Ceira. Com partida na aldeia de Porto Castanheiro, e com 6,8 Km não circulares pela frente, cumpriu-se um pequeno percurso da GR 21.1, que na sua totalidade interliga as Aldeias do Xisto de Vila Cova de Alva, Benfeita e Fajão, percorrendo também outras distintas povoações entre a Serra do Açor e o Vale do Rio Alva.
A receção à chegada ao Porto Castanheiro foi feita pelo Presidente da União de Freguesias de Cepos e Teixeira, que reforçou as energias dos participantes através de um saboroso pequeno-almoço, antes de seguirem até à aldeia de Relvas. Chegados a Relvas foi tempo de ficar a conhecer melhor uma das tradições mais peculiares da aldeia: os Mastros de Proteção, que há muitos anos afastam as malinas e o mau-olhado da povoação. Após uma enriquecedora explanação, os participantes estavam prontos para seguir junto às margens do rio, passar pela bonita aldeia da Mata e terminar por fim no Poço da Cesta.
Mais do que uma simples caminhada foi mais uma fantástica experiência que despertou todos os sentidos e que mantém as expectativas altas para os próximos percursos a fazer.
 
O próximo encontro está marcado para o dia 29 de maio, para cumprir o PR5 AGN – Entre o Alva e a Ribeira da Mata e as inscrições vão estar em breve disponíveis online.