Arganil volta a ter o IMI mais baixo do país em 2019

A Câmara Municipal de Arganil vai manter, em 2019, a taxa de Imposto sobre Imóveis (IMI) nos 0,3%, o valor mínimo permitido por lei. À semelhança deste ano, Arganil assume-se como uma das autarquias com o IMI mais baixo do país, permitindo aliviar a carga fiscal dos munícipes, numa consciente política de responsabilidade social.

Está igualmente prevista por parte da autarquia a adoção do IMI Familiar, que prevê a redução deste imposto mediante o número de dependentes: famílias com um filho têm uma dedução de 20 euros neste imposto; com dois dependentes a redução passa a ser de 40 euros e com três ou mais filhos a redução ascende aos 70 euros.

Estas medidas, previstas no Orçamento Municipal para 2019, já aprovado em Reunião de Câmara e que será submetido à apreciação da Assembleia Municipal no próximo mês de dezembro, fazem parte de um pacote de benefícios fiscais que visa uma maior estabilidade do orçamento familiar, contribuindo para o aumento do bem-estar e qualidade de vida dos munícipes.

Recorde-se que as habitações afetadas pelo incêndio de outubro de 2017 estão isentas de IMI em 2018 e 2019. Esta medida, que surge no seguimento do fiel compromisso que a Câmara Municipal assumiu com os munícipes logo após a violenta tragédia que assolou nosso o concelho, foi tomada pelo Município de Arganil em janeiro deste ano, aprovada por unanimidade em reunião de câmara e em Assembleia municipal.

A esta auspiciosa medida junta-se uma outra: Arganil devolve 5% do IRS aos munícipes também em 2019.



Artigos Relacionados