Resultados da 1ª fase do projeto de investigação e valorização patrimonial da Lomba do Canho

 

Após os trabalhos de campo da 1ª fase do projeto de investigação e valorização patrimonial da Lomba do Canho, promovido Município de Arganil numa colaboração com o Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património da Universidade de Coimbra, foram recolhidos à superfície diversos materiais arqueológicos relacionados com a vida quotidiana e com o armamento do acampamento militar romano, dos quais se destacam: moedas; um fragmento de fíbula, asa decorada sítula, dezenas de fragmentos cerâmicos e outros elementos indeterminados que carecem ainda de estudo aprofundado.

Na execução dos trabalhos arqueológicos foram ainda colocadas à vista todas as estruturas escavadas nas décadas de 50 e 80, incluindo um possível alinhamento do recinto defensivo.

Durante os próximos meses as peças arqueológicas recolhidas vão ser alvo de inventário, tratamento e preparação, a fim de integrarem uma exposição temporária no Núcleo Museológico de Arqueologia, a par de uma publicação dos resultados finais e apresentação da 2ª fase deste  projeto.

Recordamos que o sítio arqueológico da Lomba do Canho está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1959 e é um dos mais importantes testemunhos militares da época romana em Portugal.