“Mastros”: tradição distinta e autêntica em mostra no Núcleo Museológico de Etnografia

O concelho de Arganil encerra peculiares tradições nas suas freguesias e localidades. Uma delas e que recentemente parece ter sido reavivada é o “Mastro”.

Os Mastros, mais propriamente típicos da aldeia de Salgueiro (Mastros Enfeitados) e de Relvas (Mastros de Proteção), há muitos anos que afastam “as malinas e o mau-olhado” da povoação destas localidades, tradição esta, que veio recentemente ganhar força com a pandemia, para afastar a COVID-19.

Homenageando esta tão singular e distinta tradição, o Município de Arganil através do Núcleo Museológico de Etnografia, vai ter patente na sua sala multimédia uma mostra deste ancestral costume, entre 20 de janeiro e 20 de fevereiro.

Convidamo-lo assim entre estas datas, no horário entre as 9h30 e as 17h00, a conhecer, absorver e apreciar as diferenças dos curiosos Mastros.



Artigos Relacionados