Projeto pioneiro leva jovens exploradores à descoberta da Serra do Açor

A primeira edição do programa “Exploradores – Exploradores@PPSerraAçor”, que decorreu entre os dias 10 e 13 de setembro, na freguesia da Benfeita, revelou-se uma verdadeira viagem pelos recantos da Paisagem Protegida da Serra do Açor, repleta de aventura e descoberta.

Promovida pela Câmara Municipal de Arganil, em parceria com a Junta de Freguesia da Benfeita, o Agrupamento de Escolas de Arganil, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e a Escola Superior Agrária de Coimbra, a iniciativa envolveu cinco alunos do 10.º e 11.º anos, que tiveram a oportunidade de conhecer de uma forma mais profunda a Mata da Margaraça, a sua riqueza, a sua diversidade e a beleza das suas paisagens.

Durante os três primeiros dias deste projeto pioneiro, centrado sobretudo na vegetação, alertando para a recuperação das áreas ardidas pelo incêndio que devastou o concelho em outubro passado, os jovens exploradores realizaram diversas tarefas de campo, aprendendo, por exemplo, a controlar as espécies invasoras, participaram em visitas guiadas e aprenderam a fazer colheres de pau e casinhas de xisto. À noite, aventuraram-se na fotografia, aproveitando os encantos da Aldeia do Xisto da Benfeita, e relaxaram, de uma forma séria e consciente, com o filme “Before the Flood” [Antes do Dilúvio].

O programa encerrou com os jovens exploradores a atreverem-se pelo estimulante mundo laboratorial, na Escola Superior Agrária, em Coimbra. Depois de recolhidas amostras de solo e de água, no Bosque existente nas imediações daquela escola, os alunos vestiram a bata branca e calçaram as luvas para descobrir o que compõe os elementos básicos da natureza.

Para já, a aventura terminou para o grupo de alunos da Escola Secundária de Arganil, mas apenas no terreno. Com os conhecimentos apreendidos e o trabalho desenvolvido durante os quatro dias, os primeiros exploradores deste projeto experimental vão preparar uma exposição, numa primeira fase, e um relatório, que será apresentado no Dia Internacional da Floresta Autóctone, no dia 23 de novembro.



Artigos Relacionados