Município avança com a Requalificação do espaço público de Arganil

 

Vai ter início na próxima segunda-feira, 4 de maio, a intervenção de requalificação do espaço público de Arganil, que prevê a recuperação e valorização do Largo Ribeiro de Campos; da Rua 5 de Outubro e Rua Comendador Lopes da Costa; da Rua Jornal de Arganil e da Rua António Galvão (até à sede da Associação de Combatentes do Concelho de Arganil).

Com um prazo de execução de 150 dias (5 meses) e refletindo um investimento superior a 360 mil euros, a intervenção tem como prioridade oferecer maior funcionalidade ao centro da vila, onde se concentram as principais unidades de comércio tradicional e os principais espaços e equipamentos públicos.

Através da reconfiguração das vias e passeios, pavimentos, mobiliário urbano, vegetação e iluminação, pretende-se promover a circulação pedonal, ativando o espaço público urbano como zona privilegiada de encontro e convívio, melhorando o ambiente, o conforto e a segurança.

Este projeto de recuperação do centro histórico propõem-se, assim, a redesenhar o espaço público, com o intuito de dar primazia às pessoas, condicionando a circulação dos carros e libertando mais espaço para os peões, com especial incidência no eixo Largo Ribeiro de Campos – Praça Simões Dias.

Sendo uma das zonas funcionalmente mais desadequadas, o Largo Ribeiro de Campos vai ser alvo de reorganização quer ao nível da circulação viária, quer do estacionamento. O objetivo passa por libertar espaço para a continuidade pedonal, permitindo maior contacto das pessoas com os estabelecimentos comerciais existentes. A escadaria existente será substituída por passeio contínuo, com a introdução de degraus pontuais, e serão mantidas as árvores existentes e introduzidas novas espécies, juntamente com novo mobiliário urbano, tornando o percurso mais agradável e funcional.

As diferentes intervenções incluídas na empreitada contribuem não só para aumentar os níveis de conforto e qualidade ambiental e urbanístico, mas também para reforçar e consolidar a forte vocação cívica, turística e comercial deste espaço, assumindo-se, assim, como instrumentos fundamentais de suporte à estratégia de atração de novos residentes, utilizadores e investidores.

Este novo projeto de recuperação do centro histórico teve como ponto de partida o anterior projeto de arquitetura para o espaço público urbano da vila de Arganil. As soluções apresentadas resultam da análise realizada por um gabinete de arquitetura externo, com experiência consolidada, e encontram-se alinhadas com aquela que têm sido as preocupações e anseios manifestados pelos munícipes e comerciantes arganilenses.

Condicionamento de trânsito a partir de 4 de maio

Os trabalhos no espaço público vão implicar condicionamentos de trânsito no centro da vila a partir da próxima segunda-feira, 4 de maio, com incidência no acesso ao Largo Ribeiro de Campos:



Artigos Relacionados