Arganil distinguida como autarquia amiga das famílias pelo terceiro ano consecutivo

Arganil está entre as Autarquias Mais Familiarmente Responsáveis do país pelo terceiro ano consecutivo. A Bandeira Verde com Palma, a mais alta insígnia atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR), exclusiva para os municípios que conseguem manter ou incrementar as suas políticas de apoio às famílias três ou mais anos consecutivo, foi recebida pelo Presidente do Município, Luís Paulo Costa, nesta quarta-feira, 27 de novembro, em Coimbra.

Este galardão “reconhece a assinalável capacidade interventiva e o contínuo empenho da Câmara Municipal quer em fomentar a continuidade de práticas de apoio às famílias, quer em estimular a adoção de novas medidas nas diferentes áreas de atuação, ano após ano”, enaltece Luís Paulo Costa, presidente da Câmara, apontando como uma das grandes prioridades do executivo camarário “dar resposta e encontrar soluções para as necessidades e os anseios das famílias arganilenses”.

O conjunto alargado de políticas implementadas nos últimos anos, que tem contribuído para o contínuo reconhecimento de Arganil como autarquia amiga das famílias, volta a fazer parte da estratégia governativa do Município para 2020. “Mantemos a taxa mínima de IMI e as reduções de 20, 40 e 70 euros para famílias com um, dois, três ou mais filhos, assim como voltamos a devolver aos nossos munícipes 5% do IRS, o máximo permitido por lei”, enumerou Luís Paulo Costa.

Somam-se a estas políticas de incentivo fiscal a aplicação de “tarifários reduzidos ao nível do abastecimento de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos; transportes escolares gratuitos desde o pré-escolar até ao 12.º ano; atividades lúdicas e desportivas – gratuitas – para ocupação dos tempos livres nas férias escolares; a comparticipação de medicamentos e apoio psicológico e social a pessoas em situação de carência económica, campanhas gratuitas destinadas a animais de companhia, entre outras”, acrescentou o presidente da autarquia.

Enfatizando e reconhecendo o papel dos técnicos da autarquia na conquista desta nova distinção, Luís Paulo Costa defende que “o bem-estar e a qualidade de vida são pilares fundamentais e prioritários da atuação autárquica, que apenas se alcançam através da promoção de medidas que beneficiem os nossos munícipes, desde os mais novos aos mais idosos”.



Artigos Relacionados