Auditório da Cerâmica recebeu a peça encenada por Lídia Franco: “Como salvar um casamento”

Uma noite de gargalhadas do início ao fim foi aquilo que a comédia “Como salvar um casamento”, um texto dos brasileiros Bruno Motta e Daniel Alves, adaptado pelos intérpretes desta peça e encenada pela atriz Lídia Franco, trouxe até ao Auditório da Cerâmica Arganilense, no passado dia 30 de março.

Em cena estiveram os atores Carolina Santarino e Miguel Linares, nos papéis de Joana e João que, recorrendo muitas vezes à troça e ironia foram retratando as fases de um casamento duradouro, desde o namoro até à velhice, com todos os dilemas masculinos e femininos pelos quais passa.

Desdobrando-se entre o papel de conselheiros matrimoniais e personagens da peça e através de uma grande interação com o público presente, mostraram que apesar de sermos todos diferentes, partilhamos os mesmos desafios quando toca a conviver com o sexo oposto.

Porque o amor e as relações entre homens e mulheres são assuntos que nunca se esgotam!



Artigos Relacionados