Carta Educativa Municipal on-line: projeto pioneiro na Câmara Municipal de Arganil

 

Foi apresentada ontem, dia 6 de julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a atualização da Carta Educativa Municipal, instrumento essencial para o planeamento estratégico e de reordenamento da rede educativa, que agora, fruto de um projeto municipal pioneiro, se encontra disponível para consulta em plataforma on-line.

Introduziu a sessão e o projeto, o Sr. Presidente da Câmara de Arganil, Eng.º Ricardo Pereira Alves que, na presença da Diretora do Agrupamento de Escolas de Arganil, Dra. Anabela Soares e da comunidade educativa, elucidou sobre as vantagens desta nova ferramenta, uma vez que de forma simplificada e muito intuitiva, se traduz numa resposta permanentemente atualizada, dinâmica, interativa e disponível a toda a comunidade escolar.

O presidente da Câmara sublinhou ainda que esta ferramenta, que agora tem a mais-valia de ter em tempo real toda a informação atualizada, foi fundamental na definição do conjunto de prioridades para a construção/requalificação de novos equipamentos, designadamente dos centros escolares, como foi o caso da construção dos equipamentos de Coja e São Martinho da Cortiça e requalificação da EB1 de Arganil. Ricardo Pereira Alves acabou ainda por referir que falta executar um outro investimento, cujo projeto foi recentemente apresentado e também ele previsto na Carta Educativa, que é a requalificação da EB1 e Jardim de Infância de Sarzedo.

A apresentação pormenorizada das funcionalidades desta plataforma ficou a cargo do Dr. Filipe Matos, um dos elementos da equipa da PrimeLayer que desenvolveu esta ferramenta interativa. Filipe Matos começou por agradecer à Câmara Municipal de Arganil com enfoque nos técnicos, pelo contributo que deram ao projeto, bem como ao Agrupamento de Escolas de Arganil pelo fornecimento de dados dos equipamentos escolares.

Entre os muitos dados e informação, possíveis de recolher da plataforma, Filipe Matos, explicou que, essencialmente, esta plataforma se divide em três áreas: Base de Dados, com toda a informação de esquipamentos e população escolar; Estatística, com dados do INE para análises demográficas a partir de gráficos e Mapa, que disponibiliza a localização dos equipamentos escolares no espaço.

Filipe Matos disponibilizou-se ainda para questões e/ou sugestões do público, não antes de reforçar que este se trata de um projeto pioneiro ao nível dos municípios e se destaca principalmente por ser uma ferramenta que, aliando ao seu caráter fundamental de recolha de informação, tem uma vertente dinâmica, interativa e permanentemente atualizada.



Artigos Relacionados