Executivo camarário promove jornada de trabalho em Vila Cova do Alva e Anseriz

O executivo camarário, liderado por Luís Paulo Costa, percorreu as localidades da União das Freguesias de Vila Cova do Alva e Anseriz, dando continuidade ao ciclo de Presidências Participativas e prosseguindo com o trabalho de proximidade desenvolvido junto da população do concelho ao longo dos últimos três anos.

A jornada de trabalho teve início em Anseriz, com a assinatura do contrato de comodato que formalizou a cedência pelo Município de Arganil do edifício da antiga escola primária à União de Freguesias. Recentemente requalificado no âmbito de uma empreitada de 120 mil euros que considerou também a reabilitação da antiga escola primária de Porto Silvado, Pomares, e que contou com o financiamento do Fundo de Solidariedade da União Europeia, o edifício destruído pelas chamas em outubro de 2017 “está agora mais bonito, mais airoso e, sobretudo, mais funcional”, começou por notar Luís Paulo Costa, manifestando-se satisfeito por existir já uma ideia definida para a utilização do espaço.

“Uma vez reconstruído, faz todo o sentido que seja utilizado e vivenciado pelas pessoas, funcionando como polo de dinamização cultural, artístico e recreativo”, acrescentou o presidente da Câmara. Também em Anseriz, a comitiva visitou os trabalhos de embelezamento concretizados junto à Liga de Melhoramentos, no âmbito de um contrato-programa celebrado com o Município de Arganil, entre eles o arranjo das pérgulas e a substituição dos gradeamentos em madeira, danificados pelo incêndio de 2017.

Já em Vila Cova do Alva, para onde a comitiva seguiu logo depois, foi inaugurada pelo presidente da União das Freguesias, Paulo Amaral, e pelo presidente da Câmara, a Rua da Casa Paroquial. Os trabalhos de calcetamento e alargamento realizados neste arruamento de acesso à Igreja Matriz foram comparticipados em 17.500 euros pelo Município de Arganil, na sequência de um contrato-programa.

Foram, ainda, analisadas as necessidades de intervenção no Miradouro, junto à EN 342, muito penalizado pelas fortes chuvas que caíram durante os primeiros meses do ano, e no Adro da Igreja, destruído aquando da queda do solar Abreu Mesquita. Esta obra vai arrancar em breve, em resultado do contrato-programa de 18 mil euros celebrado entre as duas autarquias no passado dia 11 de março. A Ladeira do Rio e a Rua da Santa Casa da Misericórdia foram outros dos locais que estiveram sob o olhar atento da comitiva camarária.

A jornada de trabalho prosseguiu em Casal de São João, com a avaliação dos passeios recentemente executados e dos novos gradeamentos em madeira, instalados em virtude do contrato-programa celebrado com a Câmara Municipal no ano passado, no valor de 10 mil euros, e que abrangeu os mesmos melhoramentos em Vinhó e em Vila Cova do Alva. Antes de prosseguir, houve tempo ainda para avaliar o muro de suporte junto à Ponte da Ribeira recentemente reconstruído pelo Município, com recurso a um investimento na ordem dos 30 mil euros.

Já na reta final do périplo pelo Alto Concelho, paragem prolongada em Vinhó, onde o Município de Arganil se prepara para fazer avançar a pavimentação de um conjunto de ruas que se encontram estado avançado de degradação. Analisados os arruamentos alvo de intervenção, o presidente da Câmara informou que incluirá no plano de requalificação viária os arruamentos paralelos à Rua da Reboleira, não incluídos no levantamento inicial.

No final, Luís Paulo Costa revelou-se satisfeito pela concretização de mais uma etapa desta iniciativa que se desenvolve e abrange todo o concelho, permitindo “analisar efetivamente os problemas sentidos pelas pessoas e encontrar as soluções ajustadas a cada freguesia, a cada aldeia, num trabalho de cooperação com os presidentes de junta”.

Agendada para dia 29 de março está já a jornada de trabalho na União das Freguesias de Côja e Barril do Alva. O ciclo de Presidências Participativas arrancou em janeiro de 2020 e vai estender-se progressivamente a todo o concelho, tendo já passado pelas freguesias de Pomares, Piódão, Celavisa, S. Martinho da Cortiça, Sarzedo, Benfeita, Cepos e Teixeira, Cerdeira e Moura da Serra.



Artigos Relacionados