COVID-19: Suspensão da migração da rede TDT

 

O processo de migração da rede de TDT anteriormente comunicado está neste momento suspenso devido aos constrangimentos associados à COVID-19. A suspensão do processo decorre da prévia articulação entre a ANACOM e a MEO, operador da rede de TDT e mereceu a necessária concordância do Governo.

Na sequência desta decisão, os emissores que iriam ser alterados a partir de dia 16 de março de 2020 já não mudam de frequência na data prevista. O processo será retomado assim que as condições associadas à pandemia o permitam.

Esta decisão justifica-se por um conjunto de dificuldades referidas pela MEO, devido ao impacto das medidas de proteção civil e de saúde pública adotadas ou a adotar, em face das recomendações da Direção Geral de Saúde para o COVID-19.

Considerando os vários riscos e a elevada incerteza sobre a concretização do processo de migração nos termos planeados e, para segurança de todos, foi imediatamente suspenso. Em tempo útil e assim que seja permitido, será comunicado a sua operacionalização.



Artigos Relacionados