Lançado concurso público para construção de zona de lazer em São Martinho da Cortiça

O Município de Arganil lançou, no passado dia 30 de junho, o concurso público para a construção de uma zona de lazer em São Martinho da Cortiça, no valor de aproximadamente 318 mil euros.

Com um prazo de execução de 270 dias (cerca de 9 meses), a contar a partir da data da sua adjudicação, esta intervenção prevê a criação de uma área com piscina exterior e uma zona de banhistas, devidamente apoiadas por infraestruturas de apoio ao funcionamento do equipamento e tratamento do espaço exterior.

A futura zona de lazer de São Martinho da Cortiça vai ser construída junto ao Centro Escolar, assumindo uma relevante função de complemento às estruturas de utilização coletiva ali existentes, como é o caso do pavilhão gimnodesportivo e do campo de futebol, que dispõem de uma área de estacionamento a cerca de 100 metros.

Para Luís Paulo Costa, presidente da Câmara Municipal de Arganil, trata-se de “um investimento muito significativo na valorização de uma zona com grande potencial do ponto de vista recreativo e de uma forte aposta quer no desenvolvimento da oferta turística do concelho, quer no incremento da oferta multifacetada dirigida à população residente”.

A este propósito, o líder do executivo camarário defende que a concretização desta obra vai ter um “impacto muito positivo na comunidade, por convidar, de uma forma muito atrativa, as pessoas ao convívio e por favorecer o fortalecimento das relações e dos laços entre residentes, em especial entre a população mais jovem, que viverá os verões mais intensamente daqui em diante”.

A intervenção abrange a criação de quatro zonas distintas: piscina; área de acesso ao bar e esplanada; instalações de apoio à piscina (balneários, sala de monitores, posto de primeiros socorros e balneários de funcionários) e instalações técnicas de apoio ao funcionamento da piscina.

Localizada num ponto elevado da localidade, a nova zona de lazer de S. Martinho da Cortiça beneficiará de uma posição privilegiada, servindo de miradouro sobre a zona envolvente. Concorre, ainda, para a atratividade deste equipamento a vasta área relvada circundante, que torna o espaço mais apropriado para famílias e grupos e mais propício a agradáveis momentos de lazer e convívio.

O prazo para apresentação de propostas decorre até 20 de julho, sendo previsível que a empreitada arranque entre o final de 2020 e o início de 2021.



Artigos Relacionados